🔍Leia o artigo completo Magia à beira do oceano

Magia à beira do oceano

0 comentários 🕔21:43, 30.Set 2016

 Muitas vezes minha filha me tem perguntado se acredito em fadas, ou na magia, o que vem dar na mesma, e sempre lhe tenho dito que sim, como agora mesmo acredito, embora em certos contextos limite a minha asseveração ou eluda uma resposta direta por medo à incompreensão de um público pouco propenso ao poético. Para mim o poético é mais abrangente que o racional, inclui este e o transcende vinculando o mensurável aos inúmeros

LEIA MAIS
Play video Entrevista a O Leo sobre <em>Hai cu</em>

Video Entrevista a O Leo sobre Hai cu

0 comentários 🕔14:15, 29.Set 2016

Entrevista audiovisual sobre o seu livro Hai cu, do Leo, publicado por Xerais.

LEIA MAIS
🔍Leia o artigo completo Oficios de antano e lingua ameazada: a supervivencia literaria do occitano moderno (II), de Catherine Parayre

Oficios de antano e lingua ameazada: a supervivencia literaria do occitano moderno (II), de Catherine Parayre

0 comentários 🕔13:50, 29.Set 2016

(PRIMEIRA PARTE) Catherine Parayre (Études littéraires, vol. 40, nº 2, 2009) Testemuños da ruralidade Esta crítica suxerida, a pesar da estetización dun modo de vida no entanto difícil e os chamamentos vibrantes a perpetuaren o ambiente tradicional, detéctase igualmente no informe do cotián e nos testemuños moitas veces autobiográficos que, de feito, emiten directamente reservas semellantes e que, mesmo se se mesturan co eloxio, sitúan explicitamente o papel da autora (porque se trata aquí de obras escritas por mulleres),

LEIA MAIS
🔍Leia o artigo completo Philippe Halsman: fotografía surrealista, publicitaria e retrato psicolóxico

Philippe Halsman: fotografía surrealista, publicitaria e retrato psicolóxico

0 comentários 🕔11:30, 26.Set 2016

Facer fotografías, algo tan cotián -e hoxe mesmo abusivo--, devén unha arte por obra da sensibilidade e creación dalgunhas persoas. Hai límites para unha imaxe? Hai cancelas para a imaxinación? Lito Caramés Caixaforum Barcelona vén de abrir unha nova mostra artística; neste caso de fotografía histórica. Trátase de ¡Sorpréndeme!, a exposición antolóxica do retratista Philippe Halsman. A mostra está producida polo Musée de l'Elysée (Lausanne) -institución consagrada á fotografía ao pé do lago Leman-, en colaboración co

LEIA MAIS
🔍Leia o artigo completo Charlotte Corday

Charlotte Corday

0 comentários 🕔11:00, 26.Set 2016

Charlotte Corday é uma ilustração do artista corunhês Javi Prieto (cfr. web do autor). «Natural de Saint-Saturnin-des-Ligneries, Charlotte de Corday era descendente de uma família da aristocracia da Normandia. Educada em um Convento Católico-Romano em Caen, ela mesma se considerava uma devota dos ideais católico-iluministas de sua época, e foi de grande suporte oposição à Revolução Francesa em 1789. Quando a notícia da morte do rei correu a cidade, em plena Revolução Francesa, ela ficou horrorizada. Mais

LEIA MAIS
🔍Leia o artigo completo As zapatillas da señora <em>Piggy</em>

As zapatillas da señora Piggy

0 comentários 🕔10:38, 26.Set 2016

Preguiceira como era, e coa que estaba caendo, tiña moi poucas ganas de saír da casa. E menos o ir de tendas, se non fose polo que lle urxía comprar unhas zapatillas e un televisor. Necesitábaas, as zapatillas. E sen a tele non podía vivir. Coa que estaba caendo, non se movería da cama en todo o día. Esa cama tan confortable, onde había pouco comera a última onza de chocolate (que precisaba repoñer), e

LEIA MAIS
🔍Leia o artigo completo Entrevista de Manuel de Jesus ao escritor moçambicano Amosse Mucavele

Entrevista de Manuel de Jesus ao escritor moçambicano Amosse Mucavele

0 comentários 🕔09:30, 22.Set 2016

- Pergunta: O que te leva a afirmar que em moçambique há mais escritores que leitores? - Resposta: Ricardo Piglia, escritor argentino, na sua obra A Cidade Ausente, diz-nos o seguinte: “Um relato estranhíssimo. A história de um homem que não tem palavras para nomear o horror. Alguns dizem que é falso, outros dizem que é a pura verdade. Os tons da fala, um documento duro, que vem da realidade”. Eu como activista e jornalista cultural em

LEIA MAIS
🔍Leia o artigo completo Truta e cão de águas

Truta e cão de águas

0 comentários 🕔09:00, 22.Set 2016

Truta e cão de águas (Troita e can de augas, no original; Castriz, 2016) é uma obra plástica de Carlos Botana. Acrílico / Papel. Sua página pessoal é Carlos Botana.

LEIA MAIS
🔍Leia o artigo completo Oficios de antano e lingua ameazada: a supervivencia literaria do occitano moderno (I), de Catherine Parayre

Oficios de antano e lingua ameazada: a supervivencia literaria do occitano moderno (I), de Catherine Parayre

0 comentários 🕔08:30, 22.Set 2016

Catherine Parayre (Études littéraires, vol. 40, nº 2, 2009) O occitano, lingua tradicional da maior parte do sur de Francia, así como do Vall d’Aran en España e algún vales alpinos en Italia, comporta seis grupos lingüísticos (o auvergnat, o gascón, o languedociano, o lemosino, o provenzal e o vivaro-alpino). Lingua florecente até o século XIII –é, por exemplo, a lingua dos trobadores, que tiveron unha influencia importante no desenvolvemento da literatura europea–, entra en declive logo

LEIA MAIS
🔍Leia o artigo completo Entrevista à escritora galega Concha Rousia e poemas de <em>Se os Carvalhos Falassem</em>

Entrevista à escritora galega Concha Rousia e poemas de Se os Carvalhos Falassem

1 comentário 🕔12:30, 19.Set 2016

Desde a Palavra Comum agradecemos à escritora galega Concha Rousia a disposição para ser entrevistada aqui, assim como o envio de vários poemas do seu recente livro de poemas "Se os Carvalhos Falassem", publicado na Através Editora em 2016. Aqui publicamos a entrevista, e a seguir os poemas desta obra: - Palavra Comum: Que é para ti a poesia/literatura? - Concha Rousia: Concebo a poesia como uma eira, um espaço no tempo, um espaço fora do próprio espaço

LEIA MAIS
🔍Leia o artigo completo Princess

Princess

0 comentários 🕔11:37, 19.Set 2016

Princess é uma fotografia de Marcos Ferreiro para a que se propõe a companhia sonora de Princess cinamon por SESH101 en Jamendo.  

LEIA MAIS
🔍Leia o artigo completo Subcomandante Marcos, EZLN

Subcomandante Marcos, EZLN

0 comentários 🕔10:30, 19.Set 2016

Os povos indígenas lutam pelos seus direitos para se manterem como colectivo num contexto mundial que tende ao imperialismo, reivindicando que o seu património material e imaterial seja garantido, conservado e transmitido. Em México existem centos de comunidades autóctones, no entanto é em Chiapas onde a luta acovilha mais poder. Lá foi onde se formou o EZLN (Ejército Zapatista de Liberación Nacional) que tem no subcomandante Marcos o seu máximo exponente. Em Chiapas existem territórios autónomos que

LEIA MAIS
🔍Leia o artigo completo Diálogos com <em>Mecanismo de Emergência</em>

Video Diálogos com Mecanismo de Emergência

0 comentários 🕔10:50, 15.Set 2016

A sexta-feira 9 de Setembro teve lugar o lançamento na Corunha de Mecanismo de Emergência, do poeta português residente nessa cidade Tiago Alves Costa, publicado por Através Editora. Na Palavra Comum tivemos o prazer de conhecer de primeira mão as suas opiniões nesta entrevista, assim como vários poemas. Dado que sempre entendemos a criatividade como um espaço partilhado, aproveitamos para dar a conhecer o vídeo que o artista audiovisual galego Roi Fernández fez em diálogo com

LEIA MAIS