<em>A casa grande do meu amor</em>

A casa grande do meu amor

0 comentários 🕔12:30, 19.Mar 2014

2014 03 Rocío Soto Begoña Paz 1000Ilustración de Rocío Soto

A CASA GRANDE DO MEU AMOR

E calado pechaches
os corredores
todos.

Só.
Libre.
Teu.

E deiteime a ler
o meu corazón
escuro.

Só.
Libre.
Meu.

Até sentir
as túas
pegadas
na noite.

Abrindo
portas.

Volvéndome á
pel.

Tan grande a casa,
meu ben.

Sobre o autor / a autora

Sem comentários

Ainda não há comentários

Ninguém deixou um comentário para este post ainda!

ESCREVA UM COMENTÁRIO SOBRE ESTE POST

Escrever um comentário 

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *