Caderno do Visitante (I), fotos de Juan Luís Rua e poema de Ramiro Torres

0 comentários 🕔14:32, 24.Set 2014

Fotos realizadas no verão de 2014 numa aldeia perto de Perbes.

2014 09 Juan Luís Rua 1

2014 09 Juan Luís Rua 2

POEMA DE RAMIRO TORRES

A casa estoura
em silêncio,
cria a memória
desubicando
os olhos na
reconstrução
do imaginado:
as mãos tocam
luz abandonada,
atravessam nós
de tempo até
acharem o som
da asa insolada
onde repousa
o firmamento,
aberta no obscuro
para receber-nos,
ardendo dentro
do invisível.

Sobre o autor / a autora

Sem comentários

Ainda não há comentários

Ninguém deixou um comentário para este post ainda!

ESCREVA UM COMENTÁRIO SOBRE ESTE POST

Escrever um comentário 

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *