4 poemas de <em>Ode à Madison Ivy e outras coisas de meter</em>, de Verónica Martínez Delgado

4 poemas de Ode à Madison Ivy e outras coisas de meter, de Verónica Martínez Delgado

0 comentários 🕔16:30, 12.Nov 2014

Ode à Madison Ivy e outras coisas de meter, de Verónica Martínez Delgado, obtivera uma menção do júri do VIII Certame de Poesía Erótica Illas Sisargas de 2013. A obra publica-se nestas datas desde a A. C. Caldeirón.

Desde Palavra Comum agradecemos à autora e à editora do livro que facilitassem a publicação destes 4 poemas da obra.

I

Gosto de ti
mas afasto-me.
O lugar
que creio ocupar
na sociedade hipócrita
e os preconceitos todos impedem-me
olhar-te,
com o desejo,
que sinto
no meu ventre.

II

Não desejava
profanar-te,
objetificar-te
mais do que tu
já fizeste
contigo própria,
barbie recauchutada.

III

Não posso
gostar
de ti,
postiça,
irreal,
cibernética,
maquilhada!
Devo excitar-me
com o politicamente correto:
com ele tão só,
sendo flexível,
com os homens,
muito flexível,
até com as mulheres,
mas mulheres reais:
com celulite,
estrias, gorduras,
com traseiros grandes
e peitos pequenos
ou vice-versa.
Nunca
essas nádegas perfeitas,
de borracha,
esses peitos utópicos,
tersos,
essa pele dourada,
lisa.
Não posso gostar de ti:
O consumo
de pornografia não é feminista!!!
– berro,
ao passo que
me derramo.

IV

42 polegadas de Full HD.
Afinal
espreito
os teus seios
com nitidez.
Lamberia
o ecrã todo
de não ser
pela planície
e pela friagem.

Sobre o autor / a autora

Verónica Martínez Delgado

Verónica Martínez Delgado

(Galiza)

Sem comentários

Ainda não há comentários

Ninguém deixou um comentário para este post ainda!

ESCREVA UM COMENTÁRIO SOBRE ESTE POST

Escrever um comentário 

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *