<em>Erótica</em>, de Alberte Momán

Erótica, de Alberte Momán

0 comentários 🕔11:00, 08.Dez 2016

Continuamos aqui a (re)publicação na rede de várias obras disponibilizadas no seu momento por Arcosonline, projeto de edição digital do poeta e editor português Victor Domingos, a quem agradecemos o seu interesse e facilidades para poder publicar novamente estes trabalhos.

Hoje a obra (re)publicada é Erótica, de Alberte Momán Naval, da que adiantamos aqui os quatro primeiros poemas:

*

do sangue nas mãos

levo-te dentro
porque também eu sou ferida

*

abraça-me
aaaaa como o úbere do mundo
e verás deslizar do caucho
o látex da vida
a goma elástica
aaaasobre o rosto
asfixiado

*

traça
concretamente
no compor um corpo longe de um mesmo
ali onde outrora nada existira
aguardando um retorno que o salve

*

sinceramente
conseguir na distância apalpar o teu aroma de orgasmo
aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa na distância
sofrer os temores teus
aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa na distância
tão meus
como este ácido ventre em que destilo
o amor ódio das tuas carnes

*

Erótica, de Alberte Momán Naval (clicar para PDF)

erotica-alberte-moman-arcosonline

Sobre o autor / a autora

Alberte Momán Noval

Alberte Momán Noval

(Galiza)

Sem comentários

Ainda não há comentários

Ninguém deixou um comentário para este post ainda!

ESCREVA UM COMENTÁRIO SOBRE ESTE POST

Escrever um comentário 

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *