Apresentação no Porto de Caudal de relâmpagos, de Amadeu Baptista

0 comentários 🕔09:30, 17.Abr 2017

Foi um prazer acudir à apresentação da nova obra do amigo Amadeu Baptista, uma seleção pessoal de poemas a partir dos seus mais de trinta e cinco anos de trabalho poético. Mais um manual imprescindível para os amantes da boa poesia aquém e além do Minho, e sem dúvida um dos favoritos desde já na minha biblioteca.

Foi no ano 1994 que conheci o Amadeu Baptista no Festival da Poesia no Condado de Salva-Terra do Minho, quando ele aceitou o convite para vir recitar a terras galegas e eu acudi para acompanhar os amigos com quem vinha de celebrar na Corunha com um outro recital o aniversário da Revolução dos Cravos: António Cândido Franco, Francisco Soares, Avelino de Sousa, o falecido José Manuel Capêlo e os companheiros do Coletivo Poético Hedral. Desde aquele encontro a amizade prendeu e logo a viemos amarrar fortemente com cartas (aquelas folhinhas —lembram?— que introduzíamos em envelopes que logo eram decorados com selos ensalivados) e afinal coroamos com uma visita fundacional a Vila Nova de Gaia.

Muitos anos passaram, é certo, mas o caminho percorrido é, ademais de uma honra, o alimento do presente e do futuro. Porque se termos bons amigos fala bem de nós, muito melhor fala o facto de serem alguns deles autores da melhor poesia que hoje se publica.

O vídeo que aqui oferecemos é resumo do evento que organizou, com eficácia e primor, a editorial Edições Esgotadas na sua nova sede no Porto, e que nós realizamos com sua permissão. Paralelamente, aproveitamos para fazer referência também ao vídeo realizado pela própria editorial, em que, a causa da nossa irrefreável vaidade, tanto gostamos de figurar.

Sobre o autor / a autora

Alfredo Ferreiro

Alfredo Ferreiro

(Galiza) Alfredo Ferreiro nasceu em 1969 na Corunha, onde estudou Filologia Hispânica. Pertence à Asociación de Escritoras e Escritores en Lingua Galega, à Associaçom Galega da Língua e ao Grupo Surrealista Galego. Tem participado desde os anos 90 em inúmeros recitais de poesia e colaborado em revistas galegas e portuguesas. Na atualidade trabalha como escritor e consultor tecno-cultural.

Sem comentários

Ainda não há comentários

Ninguém deixou um comentário para este post ainda!

ESCREVA UM COMENTÁRIO SOBRE ESTE POST

Escrever um comentário 

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *