Categoria "Poesia"

🔍Leia o artigo completo Chuva (micropoemas)

Chuva (micropoemas)

0 comentários 🕔09:30, 23.Jun 2017

Estes 23 micropoemas têm uma inspiração americana e foram escritos durante o mês de maio de 2017, com a lembrança em Quito, mas a cabeça n’A Mancha. A seguir, os textos: (1) para a sobremesa, delusão com pingas de melancolia... (2) apreendeste-me a chorar, ensina-me a chover (3) éramos planetas hoje apenas órbitas (4) queres que eu te leia mas toda tu és lenda as tuas células, palavras (5) acariciar galáxias ou navegar-te nua? não há diferença (6) amar-te é pronunciar-te minha língua materna (7) se te encontrar, é porque te perdi se eu te perder, não me encontraria (8) meço

LEIA MAIS
🔍Leia o artigo completo <em>Tem que ser navegando a longa noite</em>, texto de Maria João Cantinho na entrega do Prémio Glória de Sant’Anna 2017

Tem que ser navegando a longa noite, texto de Maria João Cantinho na entrega do Prémio Glória de Sant’Anna 2017

0 comentários 🕔09:00, 19.Jun 2017

Quem é o terceiro que sempre caminha a teu lado? Quando conto, só estamos tu e eu Mas quando olho pela estrada branca acima Há sempre alguém a caminhar junto de ti Envolto em manto castanho, e embuçado Não sei se será homem ou mulher – Mas quem é esse do outro lado de ti?  T. S. Eliot, A Terra Devastada Quero, desde já, agradecer. Em primeiro lugar, ao júri e à família da poeta Glória de

LEIA MAIS
🔍Leia o artigo completo “Pedras sagradas”

“Pedras sagradas”

0 comentários 🕔11:30, 12.Jun 2017

        Não te prendas ao aspeto exterior formal da palavra. Aquele que bebeu o cálice não pode participar da falsa liturgia profana. Sendo um vaso de eleição, insigne como te tens tornado abandonarás o mundo da desdita, os sonhos e a fama quando a luz eucarística desça sobre ti em forma de pomba ou Hansa. Penetrando todos teus veículos acharás finalmente teu Awen. Somente quando a pedra cúbica for lavrada com a filosofia da alma as assas do amor crescerão qual grinaldas, nas costas dos adaptados. Assim dizem as lendas, assim os grandes

LEIA MAIS
Play video Alfredo Ferreiro no Raias Poéticas 2017

Alfredo Ferreiro no Raias Poéticas 2017

0 comentários 🕔14:20, 09.Jun 2017

No passado mês de Maio tive a oportunidade de participar no Raias Poéticas ~ Afluentes Ibero-Afro-Americanos de Arte e Pensamento fazendo parte de uma delegação galega composta por Ramiro Torres, Teresa Moure e Tiago Alves Costa. Este é o quinto do cinco vídeos que compõem o nosso contributo plural. Este evento nasceu, segundo as palavras o Luís Serguilha, há seis anos para «_________potencializar a criatividade artística, o pensamento como experiência dançante, a interrelacionalidade, a sismologia das sensações,

LEIA MAIS
Play video Ramiro Torres no Raias Poéticas 2017

Ramiro Torres no Raias Poéticas 2017

0 comentários 🕔09:57, 05.Jun 2017

No passado fim de semana tive a oportunidade de participar no Raias Poéticas ~ Afluentes Ibero-Afro-Americanos de Arte e Pensamento fazendo parte de uma delegação galega composta por Ramiro Torres, Teresa Moure e Tiago Alves Costa. Este é o terceiro do cinco vídeos que compõem o nosso contributo plural. Este evento nasceu, segundo as palavras o Luís Serguilha, há seis anos para «_________potencializar a criatividade artística, o pensamento como experiência dançante, a interrelacionalidade, a sismologia das sensações,

LEIA MAIS
Play video Tiago Alves Costa no Raias Poéticas 2017

Tiago Alves Costa no Raias Poéticas 2017

0 comentários 🕔13:33, 02.Jun 2017

No passado fim de semana tive a oportunidade de participar no Raias Poéticas ~ Afluentes Ibero-Afro-Americanos de Arte e Pensamento fazendo parte de uma delegação galega composta por Ramiro Torres, Teresa Moure e Tiago Alves Costa. Este é o segundo do cinco vídeos que compõem o nosso contributo plural. Este evento nasceu, segundo as palavras o Luís Serguilha, há seis anos para «_________potencializar a criatividade artística, o pensamento como experiência dançante, a interrelacionalidade, a sismologia das sensações,

LEIA MAIS
Play video Raias Poéticas 2017: Luís Serguilha

Raias Poéticas 2017: Luís Serguilha

0 comentários 🕔12:13, 31.Mai 2017

No passado fim de semana tive a oportunidade de participar no Raias Poéticas ~ Afluentes Ibero-Afro-Americanos de Arte e Pensamento fazendo parte de uma delegação galega composta por Ramiro Torres, Teresa Moure e Tiago Alves Costa. Este é o primeiro do cinco vídeos que compõem o nosso contributo plural. Este evento nasceu, segundo as palavras o Luís Serguilha, há seis anos para «_________potencializar a criatividade artística, o pensamento como experiência dançante, a interrelacionalidade, a sismologia das sensações, as

LEIA MAIS
🔍Leia o artigo completo Emulando a Juan Eduardo Cirlot

Emulando a Juan Eduardo Cirlot

0 comentários 🕔11:15, 28.Mai 2017

Recreando ao meu admirado poeta Juan Eduardo Cirlot. Meu pranto Meu pranto é a cruz que me condena, meu pranto vai pola xustiza escrava, meu pranto é cadea que me ata, a todos os oprobios cometidos. Meu pranto é unha selva de promesas, perdida en labirinto de xacintos, meu pranto é un martelo que golpea a todos aqueles que dominan. Meu pranto é un río desbordado, que sempre vai en contra da maldade, meu pranto é unha ferida aberta, meu pranto é conciencia proclamada. Meu pranto é por fin,

LEIA MAIS
🔍Leia o artigo completo Entrevista ao escritor português João Luís Barreto Guimarães

Entrevista ao escritor português João Luís Barreto Guimarães

0 comentários 🕔09:00, 25.Mai 2017

- Palavra Comum: Que é para ti a literatura? - João Luís Barreto Guimarães: Apenas mais uma palavra. - Palavra Comum: Como levas adiante o processo de criação literária? - João Luís Barreto Guimarães: Aos pouquinhos, imagem a imagem, linha a linha. - Palavra Comum: Qual consideras que é a relação entre a literatura e outras artes (música, cinema, artes plásticas, etc.)? - João Luís Barreto Guimarães: São como uma quadrilha de ladrões mas que se assaltam entre si. - Palavra

LEIA MAIS
🔍Leia o artigo completo Versogramas, por Celia Parra

Versogramas, por Celia Parra

0 comentários 🕔09:00, 19.Mai 2017

O primeiro documental sobre o panorama internacional da videopoesía, Versogramas, presenta campaña de crowdfunding. O directores Juan Lesta e Belén Montero de Esferobite e a produtora Celia Parra, equipo principal de Versogramas, presentan a campaña de micromecenado de Versogramas, o primeiro documental sobre o panorama internacional da videopoesía. Versogramas é unha produción de Esferobite, coproducida pola Televisión de Galicia, coa participación de Amanita Films e Pixel Films como produtoras asociadas, e conta coa colaboración da Editorial

LEIA MAIS